Mudar site para idioma português Mudar site para idioma inglês Mudar site para idioma espanhol

Português

Informativos

  • HOME
  • - INFORMATIVOS

21052013

Japoneses começam a plantar arroz em fazenda na antiga área restrita de Fukushima

 Terremoto e tsunami de março de 2011 provocaram na central um acidente nuclear de grandes proporções

 

Uma fazenda na antiga área restrita em torno da usina de Fukushima começou a plantar arroz neste fim de semana. De acordo com o jornal Japan Times, se trata da primeira a retomar o cultivo desde o acidente nuclear. A exploração agrícola fica no distrito de Miyakojimachi da cidade de Tamura, a cerca de 15 quilômetros da usina.

 

Tóquio retirou a ordem de evacuação permanente de Miyakojimachi em abril de 2012, embora só se possa entrar na área durante o dia e os moradores, por enquanto, seja proibido pernoitar lá. Dentre todas as áreas situadas em um raio de cerca de 20 quilômetros em torno da usina nuclear nas quais se retirou no ano passado a proibição total de acesso, Miyakojimachi é o único distrito onde as tarefas de descontaminação foram concluídas, segundo o Ministério da Agricultura e a Prefeitura de Fukushima.

 

Além da fazenda que já começou a semeadura, outras duas granjas planejam começar o cultivo nos próximos dias. Os três proprietários destes terrenos, que compõem seis hectares no total, usam adubos com potássio que ajudam a reduzir a quantidade de césio radioativo que as plantas de arroz absorvem. Todo o arroz cultivado nestas granjas será submetido a análise de radiação antes de chegar às lojas.

 

Atualmente, todos os produtos cultivados em Fukushima devem passar por controles para poder ser comercializados. A venda de qualquer deles é impedida se superar o limite estabelecido para vegetais, carnes e produtos marítimos, que em 2012 o governo reduziu de 500 para 100 becquerels de césio por quilo, o que implica uma cota que, por exemplo, é seis vezes mais restrita que a da União Europeia.

 

O terremoto e o tsunami de 2011 provocaram na central de Fukushima um acidente nuclear, o pior desde o de Chernobyl, que ainda mantém milhares de pessoas evacuadas e cujas emissões radioativas afetaram a agricultura, a pecuária e a pesca da região.

Cadastre-se e receba nossos informativos em seu email.

Associação Brasileira das Indústrias de Arroz Parboilizado – ABIAP
Rua Chaves Barcelos, 36/605 – Fone: (51) 3227-2366 | CEP: 90.030-120 – Porto Alegre - RS