Mudar site para idioma português Mudar site para idioma inglês Mudar site para idioma espanhol

Português

Informativos

  • HOME
  • - INFORMATIVOS

23022015

Safra de arroz supera expectativa em perímetros sergipanos

 Previsão da Codevasf é que 21 mil toneladas de arroz serão colhidas na safra atual, que se encerra até o final de março


Os primeiros resultados da colheita de verão da rizicultura nos perímetros irrigados Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume, em Sergipe, já animam os agricultores dos perímetros: de acordo com a previsão inicial da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba(Codevasf), deverão ser colhidas 21 mil toneladas de arroz na safra atual, que se encerra até o final de março.

A produção de alimentos nos perímetros irrigados do Baixo São Francisco sergipano deve gerar um valor bruto de produção de R$ 25 milhões referentes a uma safra prevista de 30 mil toneladas. O arroz representa cerca de 70% dessa produção e é responsável pela manutenção de 8.000 postos de trabalho diretos e indiretos na região. O arroz produzido em Sergipe é comercializado no mercado local e regional, chegando aos estados de Alagoas, Pernambuco e Bahia.

A produtividade média da safra de verão do arroz nos perímetros irrigados deve chegar a 8,5 toneladas por hectare no perímetro Betume, que concentra a maior parte da produção de arroz. De acordo com o gerente regional de Irrigação, Ricardo Martins, houve aumento de 20% na área plantada da rizicultura em relação à safra de verão do ano passado. Hoje, a rizicultura se expande por uma área de 3.300 hectares irrigáveis nos perímetros Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume.

“Alcançamos esses resultados graças às ações de operação e manutenção e a retomada de assistência técnica. Temos que destacar também o empenho dos produtores, com a utilização de mão-de-obra familiar e o manuseio correto das tecnologias disponíveis no campo, além da articulação através dos Distritos de Irrigação”, afirma Ricardo Martins.

Mais Irrigação

Os investimentos do programa federal Mais Irrigação também contribuíram para o sucesso da rizicultura nos perímetros do Baixo São Francisco sergipano. “Entregamos máquinas novas para os produtores, finalizamos a reabilitação da rede de drenagem, e estamos executando a reabilitação de canais de irrigação, 51 conjuntos de eletrobombas e a pavimentação de corredores de escoamento. Tudo isso é feito pensando em proporcionar melhores condições para os irrigantes”, explica o superintendente regional Said Schoucair.

Os recursos destinados à reabilitação dos perímetros do Baixo São Francisco sergipano são oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), e o Mais Irrigação é coordenado pelo Ministério da Integração Nacional. A rizicultura nos perímetros Propriá, Cotinguiba/Pindoba e Betume Francisco também conta com apoio do Governo de Sergipe, que realiza anualmente a distribuição de sementes selecionadas e finalizou, em 2014, a construção da rodovia SE-42, objetivando facilitar o escoamento da produção de arroz na região.  

Cadastre-se e receba nossos informativos em seu email.

Associação Brasileira das Indústrias de Arroz Parboilizado – ABIAP
Rua Chaves Barcelos, 36/605 – Fone: (51) 3227-2366 | CEP: 90.030-120 – Porto Alegre - RS