Mudar site para idioma português Mudar site para idioma inglês Mudar site para idioma espanhol

Português

Informativos

  • HOME
  • - INFORMATIVOS

12122012

Apoio à irrigação no Brasil é discutido no Mapa

Segundo o secretário, o Ministério da Agricultura tem garantido no Plano Plurianual/2012-2015 recursos de R$ 4 bilhões para o financiamento de equipamentos

A discussão de medidas de apoio à prática da irrigação nas lavouras brasileiras com o objetivo de baratear os custos dos investimentos reuniu, no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), governo, parlamentares e representantes da iniciativa privada.  

O secretário de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo (SDC) do Mapa, Caio Rocha, encaminhará ao ministro Mendes Ribeiro as proposições do grupo que avaliará a viabilidade de implementação com os demais segmentos do Governo. O encontro foi uma iniciativa do deputado federal Luis Carlos Heinze (PP/RS), integrante da Frente Parlamentar da Irrigação da Câmara, e se realizou nessa terça-feira (11), na sede do Ministério, em Brasília.  

Entre os assuntos do encontro, a necessidade de avanço nas medidas para alavancar o setor, o armazenamento de água, o elevado custo da energia elétrica para a execução dos projetos, além de questões ambientais, linhas de crédito mais baratas e com prazos mais longos para o produtor pagar e a ampliação das políticas públicas para ampliar a área irrigada, aumentar a produtividade e contribuir para a contenção do avanço da fronteira agrícola.  

Hoje, o Brasil tem uma área plantada de 68 milhões de hectares de grãos, frutas e fibras. Na pecuária, o espaço no campo é de 180 milhões de hectares. A execução da política de irrigação é para justamente tornar mais intensivo o uso dessas áreas, reduzindo a pressão por novos espaços.

O Rio Grande do Sul, por exemplo, está entre os estados que mais irriga no País, são 1,5 milhão de hectares e a predominância é por inundação ou sulcos, representada, sobretudo, pelo arroz. No Brasil, predomina a irrigação por aspersão ou gotejamento.   Para Rocha, o uso da irrigação é um dos itens mais importantes para o aumento da produtividade da agricultura brasileira. O crescimento das áreas irrigadas é apontado como um dos principais fatores que garantiram o suprimento de alimentos em décadas de explosão demográfica.

O Governo já está presente em várias iniciativas do treinamento a capacitações, incentivo à pesquisa, assistência técnica e extensão rural. “O importante é evitar riscos inerentes às variações e às mudanças climáticas, garantindo resultados melhores e agregando valor à produção”, disse Rocha.   Segundo o secretário, o Ministério da Agricultura tem garantido no Plano Plurianual/2012-2015 recursos de R$ 4 bilhões para o financiamento de equipamentos.  

Fonte: planetaarroz

Cadastre-se e receba nossos informativos em seu email.

Associação Brasileira das Indústrias de Arroz Parboilizado – ABIAP
Rua Chaves Barcelos, 36/605 – Fone: (51) 3227-2366 | CEP: 90.030-120 – Porto Alegre - RS